Data/Hora: 17 jan 2018, 17:44

Hora Europe/Lisbon




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 13 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 09 ago 2016, 10:50 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
Atualização nº 3 - 20/11/2016
Terminei a codificação de todas as referência que constam da Separata Magro. O Classificador de Ceitis inclui agora todas as referências catalogas pelo Eng. Magro (leiam pequena nota abaixo sobre este assunto).

OS atuais utilizadores do Classificador podem atualizar apenas as bases de dados (ver últimos slides do manual).

O próximo passo será começar a infindável tarefa de identificação de novas variantes...

Recomendo a prévia leitura do ficheiro de apresentação e apenas funciona em EXCEL versão PC (não online).
Download do ficheiro de apresentação e manual: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/files/Classificador_de_Ceitis_v2_6.pdf
Link para download do classificador: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/files/Classificador_de_Ceitis_v2_6_(BDv3).xlsm
Link para download apenas do novo ficheiro de bases de dados (v3): http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/files/Ceitis_DB_v3.xlsx


Sobre a codificação das referências da separata
A estrutura rígida adotada pelo Magro resultou em que a generalidade das novas variantes que constam da separata fossem identificadas pela adição de uma letra à referência (por exemplo, A5.5.2.2A). Esta solução tinha por objetivo permitir que moedas que fossem tipologicamente semelhantes ficassem próximas na estrutura de classificação.

Na minha opinião esta não é a solução ideal e é uma solução de curto prazo, porque: a) cria a ilusão que a nova referência é uma subclassificação da anteriormente conhecida, o que é falso. Se assim fosse, teríamos de aplicar a mesma lógica a todas; b) com um número crescente de novas variantes, a estrutura ficaria demasiado complexa e de difícil manutenção. Temos 30 anos de novas variantes por catalogar!

Do ponto de vista da estrutura classificativa, a solução ideal passaria pela renumeração de toda a estrutura para que as novas variantes fossem encaixadas de forma perfeita na estrutura existente. No entanto, esta solução seria um pesadelo para os colecionadores que teriam constantemente de rever as classificações das suas moedas (ainda nos lembramos de quando alguém teve a infeliz ideia de renumerar as classificações do Alberto Gomes).

Face ao exposto e porque facilita sobremaneira o funcionamento do Classificador e a inclusão de novas referências, a solução adotada consiste na atribuição de uma numeração sequencial iniciada na última referência conhecida para aquele subgrupo. Por exemplo, a primeira referência da separata é a A5.1.1.4A. Portanto uma moeda do subgrupo A5.1.1. No catálogo Magro este subgrupo termina na referência A5.1.1.5, pelo que a referência da separata A5.1.1.4A passará a ser A5.1.1.6.

A exceção a esta regra é se a referência a ser criada já estiver ocupada na separata. Por exemplo, a referência da separata A5.9.12.1A é do subgrupo A5.9.12, que no catálogo Magro termina na referência A5.9.12.39, assim sendo a nova referência seria A5.9.12.40. No entanto a própria separata já cria a referência A5.9.12.40 para uma outra moeda, pelo que à referência A5.9.12.1A será atribuída a referência A5.9.12.41.

Esta solução permite encaixar toda e qualquer nova referência na atual estrutura. Perde-se no entanto, a proximidade de elementos semelhantes. Para a estrutura classificativa que o Classificador segue este problema é irrelevante porque as moedas podem ser ordenadas por qualquer elemento e assim sendo, moedas de tipologia semelhante podem ficar próximas na catalogação.

Com base nesta metodologia, criei uma tabela de correspondência no formato Separata –> Nova Referência. Obviamente o Classificador tratará automaticamente deste problema, não sendo necessária qualquer alteração do utilizador e o Classificador aceitará as duas referências (separata e nova). A tabela pode ser encontrada neste link: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/files/Separata.xlsx

Atualização nº 2 - 04/10/2016
Nova atualização:
a) Inclusão de ferramenta para adição de símbolos à legenda
b) Algumas gralhas corrigidas

O manual foi também atualizado para inclusão de uma explicação de como proceder à atualização sem perder informação (ver últimos slides).

Recomendo a prévia leitura do ficheiro de apresentação e apenas funciona em EXCEL versão PC (não online).
Link para download de um ficheiro de apresentação e manual: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... s_v2_6.pdf
Link para download do classificador: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... _v2_6.xlsm

__________________________________________________________________________________
Atualização nº 1 - 02/09/2016
Conforme prometido, aqui está a nova versão do Classificador de Ceitis, esta já num formato final ainda que obviamente seja um projeto para crescer. Entre outras funcionalidades, a nova versão inclui:
a) Apresentação de uma (apenas uma) imagem exemplo para cada elemento selecionado
b) Reorganização das listagens dos Escudos com o objetivo de facilitar a identificação
c) Folhas para organizar as coleções de cada utilizador (1 folha por reinado)
d) Um conversor de lotes que permite ao utilizador converter uma listagem já existente
e) Uma ferramenta para importar as referências do conversor acima para as folhas de organização de coleção
f) Possibilidade de efetuar/repor cópias de segurança e de atualizar as bases de dados (importante para futuras atualizações)
g) Atualização do ficheiro de apresentação para incluir um breve manual de utilização

Os próximos passos passam por adicionar as referências da separata e as referências não catalogadas. Neste aspeto, vou afastar-me do Magro (que adotou para as novas variantes letras ou números, conforme desse mais jeito) e irei criar sempre novas variantes dando uma numeração sequencial.

Como sempre fico a aguardar comentários e sugestões, sendo que a partir deste momento o projeto é vosso e crescerá conforme a vossa utilização. Peço apenas que partilhem as referências, especialmente as não catalogadas e as que não constem do Museu da Moeda para que todos possamos beneficiar.

Recomendo a prévia leitura do ficheiro de apresentação e apenas funciona em EXCEL versão PC (não online).
Link para download de um ficheiro de apresentação e manual: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... s_v2_3.pdf
Link para download do classificador: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... _v2_4.xlsm

__________________________________________________________________________________
Post original

Os Ceitis assumem um lugar de destaque na numária portuguesa, com uma significativa legião de fiéis colecionadores. A referência mais relevante é o livro “Ceitis” de Francisco Magro (Magro doravante), que no entanto se desatualizou face às dezenas de novas variantes que surgiram nas últimas 3 décadas.

O Classificador de Ceitis segue a linha do Classificador de Dinheiros, mas mantém como espinha dorsal o sistema do Magro, ao contrário do Classificador de Dinheiros que rompe com o paradigma do Alberto Gomes (a referência para os dinheiros).

O processo de classificação é aqui arrumado em 4 elementos principais (Castelo, Mar, Escudo e Circunferências) e vários elementos secundários que, em minha opinião, apenas caracterizam o elemento principal (por exemplo, se o escudo é rodeado por cruzes, pontos ou aneletes). Assim sendo, os elementos secundários são listados como caracterizadores do elemento principal.

A versão que agora apresento é ainda uma versão de testes. O objetivo é testar as bases de dados para eventuais erros que tenham surgido na sua codificação e testar os aspetos da sua funcionalidade, em setembro face ao feedback recebido irei lançar uma versão que possibilite a manutenção de uma listagem das moedas de cada coleção, inclua as variantes da separata e comece a acrescentar as variantes que forem conhecidas. Adicionalmente, espero que seja possível automatizar ou minimizar o esforço de ligação entre o classificador e o Museu da Moeda, aumentando assim a visibilidade das novas referências.

Não foram efetuadas alterações ao Magro. Pessoalmente penso que são precisas algumas alterações, mas devem ser fruto de um debate mais alargado. Dito isto, qualquer alteração é agora fácil, basta uma recodificação na ligação das referências do classificador e das referências do Magro.

Este é o projeto impossível. Vamos lá ver o que isto dá. Sozinho não vou conseguir, pelo que preciso da vossa colaboração, numa primeira fase, para testar a ferramenta e me enviem gralhas e sugestões, e, numa segunda fase, para em conjunto melhorar alguns aspetos do sistema Magro.

Continua a faltar um bom e atual livro sobre Ceitis, mas isso é para outras mentes mais treinadas e sabedoras do que a minha.

Tenho de agradecer ao Jacinto a paciência de ter percorrido cada uma das classificações e verificado se a base de dados estava correta. Qualquer erro que persista é da minha inteira responsabilidade.

Recomendo a prévia leitura do ficheiro de apresentação e apenas funciona em EXCEL versão PC (não online).
Link para download de um ficheiro de apresentação: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... Ceitis.pdf
Link para download do classificador: http://www.lancaster.ac.uk/staff/alves/ ... _v1_7.xlsm

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Última edição por palves em 20 nov 2016, 18:11, editado 5 vezes no total.

Topo
   
MensagemEnviado: 09 ago 2016, 15:16 
Desligado
Reinado D. Sebastião

Registado: 06 fev 2015, 07:44
Mensagens: 889
Juntamente com o catálogo vma, este é o melhor projecto numismático que apareceu na internet nos últimos anos. A minha relação com os ceitis não existe praticamente, mas reconhecer o valor de um trabalho desta envergadura é inevitável! Parabéns! :)

_________________
A minha colecção de dinheiros:

https://sites.google.com/site/numismaticapa/museu_da_moeda/iuf


Topo
   
MensagemEnviado: 09 ago 2016, 20:09 
Desligado
Reinado D. Pedro IV

Registado: 13 mar 2015, 19:49
Mensagens: 226
Quando há uns meses atrás reparei na aplicação dos dinheiros por acaso foi a primeira coisa que me veio a cabeça foi fazer alguma coisa que facilita-se os iniciados onde eu estou incluído, na questão dos ceitis....e do magro.

Tive a ideia na cabeça e estive quase a começar uma aplicação no velhinho VB ... :) ....a falta de tempo aliado a outros factores fez com que a ideia ficasse apenas "uma ideia"....e já calculava que dos dedos do palves mais dia menos dia isto saia...!!! :D

bem fiz um teste para já ......com um ceitil que só consegui saber o que era com uma dura limpeza pois estava coberto de cimento. Nota-se que obviamente tem que se ter alguma noção do magro e algum conhecimento de ceitis para se trabalhar e tirar partido do classificador, mas vale bem a pena pelo tempo que se poupa ;)

Obrigado pelo contributo e pelo excelente trabalho

Citar:
Dados classificador: A5.646.170.413.11
Classificação Magro: A5.6.4.11
Raridade: RRR
Reinado: D. Afonso V
Castelo: Torres formadas por elementos quadrados e torreões sem ameias (muralha reta sobre pilares e torres laterais com 1 corpo)
Mar: Ondas contínuas trapezoidais
Escudo: 4º tipo - Rodeado por cruzes e com castelos inferiores inclinados
Circunferência: 1 lisa em cada face
Legenda anverso:
Legenda anverso:
Observações:


Imagemscreen capture windows

_________________
https://ceitis.wordpress.com/


Topo
   
MensagemEnviado: 10 ago 2016, 18:27 
Desligado
Reinado D. Maria I
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 12:15
Mensagens: 359
Localidade: Ílhavo
Viva Paulo

Grande arrojo e trabalho já dedicado a este assunto.

Na perspetiva de utilizador do classificador, verifiquei que as referências Magro nem sempre se obtêm com a rapidez desejada, acabando em alguns casos por entrar na via da tentativa/erro para tentar acertar na referência do catálogo.

Apesar de familiarizado com a terminologia Magro, noto a falta de ajuda na interpretação das nomenclaturas, através das imagens associadas à descrição. Mas mesmo que tivesse a ajuda das imagens, nalguns casos, ainda assim seria demorado chegar à referência Magro.

Se recorreres à ajuda de imagens gráficas, os “castelos” do catálogo Magro abrangerão a maioria dos conhecidos, ficando apenas alguns de fora, por não corresponderam à nomenclatura do Magro ou por o Magro não os ter catalogado (sei que estas situações estão previstas no classificador). Quanto aos “escudos”, os desenhos gráficos do catálogo também ajudariam, muito embora preveja dificuldades nos casos de algumas variantes. Em relação ao “mares”, a situação é mais difícil… só mesmo bons “surfistas” dominarão algumas “ondas” (atenção que eu não faço surf :) ). Isto acontece, porque os modelos gráficos e as correspondentes variantes do catálogo, nem sempre condizem entre si ou a interpretação dos utilizadores não é consensual com a interpretação Magro.

Ou conhecemos quais os elementos que o Magro considerou em cada grupo e como os conjugou, ou teremos que investir tempo a tentar descobrir, para obtermos resultados rápidos com o classificador.

Fica aqui um exemplo dos mais simples, com “ondas”:
Olhando só para a imagem, sem consultar o catálogo, tentemos atribuir nomes às “ondas”.

Imagem

O que me parece é que algumas são “retas” (2 e 9), outras são “soltas” ou “irregulares” (13), outras “contínuas”, etc... Mas as minhas opções não acertam totalmente com as opções do Magro… Depois de várias tentativas, consigo finalmente descobrir que todas sãoondas contínuas”! É no mínimo subjectivo!

Podemos fazer outros exercícios do mesmo tipo com os “escudos” ou com os “castelos”, mas teremos que contar sempre com este tipo de imprevisibilidade, que condiciona a rapidez na descoberta da opção Magro.
Paulo, eu gosto do título “projeto impossível” … Faz-me lembrar a expressão de Séneca que diz “… é porque não ousamos que as coisas são difíceis”.

Estou disponível para ajudar.

Um abraço.

_________________
Museu da Moeda - Os meus Ceitis: https://sites.google.com/site/numismati ... a_moeda/js


Topo
   
MensagemEnviado: 13 ago 2016, 08:55 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
Boas Jacinto.

O mar é de facto um problema. Tentei dar alguma arrumação à casa começando por uniformizar os nomes e eliminando algum ruído. Mas é preciso tratar 2 assuntos separadamente: 1) filtrar as tipologias de mar e criar algumas regras básicas para permitir a quem classifica um ceitil perceber a razão porque se classifica um mar de determinada forma; e 2) fixar a ideia de que as imagens no Magro são exemplos e que a primazia tem de ser dada à descrição única e exclusivamente. Esses exemplos acima estão quase todos erradamente classificados e se não cabem numa classificação então devem ser criadas novas referências para estas variantes. As imagens são meros auxiliares, uma boa intenção mas que às vezes só baralha. Os excelentes exemplos que apresentas mostram o quanto isto é imperativo e não há modelo de classificação que resista a tanta falta de critério.

Assim o processo de classificação fica mais fácil porque depende apenas dos critérios de classificação e não dos exemplos.

Sobre imagens tipo para ajudar o utilizador, o assunto está pensado. Mas neste momento a piscina e o mar sabem melhor :)

Vamos falando.

Abraço

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
MensagemEnviado: 02 set 2016, 21:29 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
Tópico atualizado com nova versão!

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
MensagemEnviado: 04 out 2016, 22:04 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
Tópico atualizado com nova versão!

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
MensagemEnviado: 27 out 2016, 21:04 
Desligado
Reinado D. Pedro V
Avatar do Utilizador

Registado: 06 fev 2015, 17:41
Mensagens: 68
Localidade: Setúbal
Boa noite Paulo,

Completamente ausente das lides numismáticas como sabes, é meu dever incentivar-te, porém forças me faltam para te apoiar.

Palavras valem o valor que lhes quisermos dar por isso não me alongo mais desejando-te muita força, persistência, paciência e sorte para este teu projecto.

Um abraço

_________________
-- João Silva--


Topo
   
MensagemEnviado: 28 out 2016, 09:39 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
creative Escreveu:
Boa noite Paulo,
Completamente ausente das lides numismáticas como sabes, é meu dever incentivar-te, porém forças me faltam para te apoiar.
Palavras valem o valor que lhes quisermos dar por isso não me alongo mais desejando-te muita força, persistência, paciência e sorte para este teu projecto.
Um abraço


João, o teu contributo será sempre de extrema importância! Este é um projeto ambicioso, mas pequeno dentro do que se pode fazer nos ceitis, área na qual o teu conhecimento é incontornável.

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
MensagemEnviado: 28 out 2016, 10:58 
Desligado
Reinado D. Pedro I
Avatar do Utilizador

Registado: 02 fev 2015, 09:44
Mensagens: 1828
Localidade: Lisboa
O projecto é magnífico e não entendo porque deva ser considerado impossível. Talvez inacabado, porque é um assunto que tem que ficar sempre em aberto visto que outras referências não catalogadas podem aparecer. Se Francisco Magro conseguiu fazer o catálogo actual com umas condições tecnológicas muito limitadas (direi mesmo do tempo da pedra lascada), o Paulo Alves poderá fazer melhor com melhores tecnologias, com mais exemplos, com mais apoios de terceiros. É claro que terá que haver muita dedicação e muita força de vontade para ultrapassar as dificuldades, mas a vida não se faz sem isso mesmo.

_________________
Celso.
Os meus leilões


Topo
   
MensagemEnviado: 28 out 2016, 19:43 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
tm1950 Escreveu:
O projecto é magnífico e não entendo porque deva ser considerado impossível. Talvez inacabado, porque é um assunto que tem que ficar sempre em aberto visto que outras referências não catalogadas podem aparecer. Se Francisco Magro conseguiu fazer o catálogo actual com umas condições tecnológicas muito limitadas (direi mesmo do tempo da pedra lascada), o Paulo Alves poderá fazer melhor com melhores tecnologias, com mais exemplos, com mais apoios de terceiros. É claro que terá que haver muita dedicação e muita força de vontade para ultrapassar as dificuldades, mas a vida não se faz sem isso mesmo.


Celso obrigado pelas palavras encorajadoras! Este projeto é de todos e cada passo de cada vez. O tempo não dá para tudo e a partir daqui é ir crescendo com os contributos. Peço a todos os que tenham referências não catalogadas, que enviem para que possamos completar a lista e continuar a crescer.

Abraço

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
MensagemEnviado: 28 out 2016, 20:38 
Desligado
Reinado D. João VI
Avatar do Utilizador

Registado: 13 fev 2015, 15:33
Mensagens: 267
Localidade: Oeiras
Só tenho uma crítica:
O projecto está escrito de acordo com o Aborto Ortográfico de 1990 (AO90).
Sobre este tenho a dizer:
-É ilegal, pois é apresentado como um tratado internacional negociado entre 8 países e assinado só por três. Logo não tem validade.
-A sua aplicação em Portugal resulta de uma simples decisão em Conselho de Ministros e não tem por isso força de lei.
-É uma confusão total em Cs e Ps que aparecem e desaparecem, sejam ou não pronunciados, e sem que haja ainda uma norma ortográfica.
-(...) Muitas mais razões que até justificaram a edição de livros sobre o assunto.
O resultado final é uma cacafonia linguística com os erros antigos, os erros resultantes da má aplicação do Aborto Ortográfico mais os erros e incongruências resultantes do próprio Aborto Ortográfico.


Topo
   
MensagemEnviado: 20 nov 2016, 18:13 
Desligado
Reinado D. Afonso V
Avatar do Utilizador

Registado: 05 fev 2015, 10:51
Mensagens: 1166
Localidade: Aveiro - Porto
Atualização no post inicial.

_________________
Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/NumismaticaPA/
Para troca ou venda: https://sites.google.com/site/numismaticaPA/stock ATUALIZADO!


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 13 mensagens ] 

Hora Europe/Lisbon


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por phpBB Portugal